h1

Os números de 2012

Dezembro 31, 2012

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um excerto:

600 people reached the top of Mt. Everest in 2012. This blog got about 7.300 views in 2012. If every person who reached the top of Mt. Everest viewed this blog, it would have taken 12 years to get that many views.

Clique aqui para ver o relatório completo

Anúncios
h1

Livros

Julho 13, 2012

h1

B

Julho 9, 2012

Toda a gente me conhece.

Quando vou na rua, todos me cumprimentam.

Dão-me pancadinhas nas costas.

Dizem: «Olá, anda tomar uma bica.»

Conhecem-me, pronto.

Sou tão familiarcomo o pão.

Eu          bacundo

            bacopá

               badigão

                    e bagarela

Eu          badoque

                badulão

                  bagadoz

                      e bagarim

Eu          baé

                     baiaiá

                     bacuri

                       e biribá

Eu          babaga

                     badinguiz

                     benzidrel

                           e berzabum

Eu          baduca

                     balboreta

                    bilboqué

                       e berlinde

Eu          badusa

                belatriz

                    besimene

                         e balharim…

Sou muito popular.

Dizem: «Olá, anda tomar uma bica.»

Lá vou. Que hei-de fazer?

Todos me conhecem…

Mário Castrim

h1

O sol

Junho 30, 2012

Tenho um sol só meu

feito de sonho e magia,

de cor amarela

e jeito engraçado:

– quando é dia

ele sorri e me espia.

– quando é noite

ele dorme e se esfria.

João de Deus Souto Filho

h1

Poema

Junho 17, 2012

Dois gatos, numa grande discussão,
Qu’riam ambos um rato morto: «É meu!»
Dizia um. O outro dizia , «Não!»

Com o pelo eriçado e os olhos feios,
Olharam-se, assopraram, e um no outro
Enterraram as unhas, sem rodeios.

Mas uma gata velha, em vez de a açoite,
A golpes de vassoura sem demora
Pô-los ambos na rua, e «boa noite!»

Não, «boa noite» não, que estava frio;
Havia um vento de cortar a pele,
E, além disso, caía a neve a fio.

Com tanto frio esfriou logo o furor
Dos rivais, que já estavam com saudades
Da cozinha e o seu cheiro e o seu calor;

E, no degrau sentados, tiritando,
Lá fizeram as pazes, e, quietinhos,
P’ra onde estavam trataram de ir tornando.

Fernando Pessoa

h1

Acróstico (vencedor do concurso da BECRE 2011/12)

Junho 12, 2012

Letras, palavras que formam textos

Enchem o meu mundo de fantasia

Importante: enchem-me de alegria!

Tudo o que aprendo nos livros certos

Utilizo no meu dia-a-dia

Rio e sonho de olhos abertos…

Adoro ler,  é a magia!

3.º A  da EB1 da Portela

h1

Quadra (vencedora do concurso da BECRE 2010/11)

Junho 12, 2012

Princesas, bruxas, duendes e fadas

Andam connosco de mãos dadas

É muito fácil, é só aprender

Abre a pestana e começa a ler.

2.º A da EB1 da Portela